Portais da Cidade

Notcias na 25 de maro

Listando: 6 10 de 1387
BIOMETRIA COLHIDA PELO TSE SERÁ USADA PELO GOVERNO

Haverá integração da base com o Gov.br, portal federal de serviços digitalizados. Dados também serão utilizados para a criação de carteira de identidade digital

O governo federal e o Tribunal Superior Eleitoral firmaram um acordo para a utilização de biometria coletada pelo TSE na Identificação Civil Nacional (ICN). Até o momento, 120 milhões de pessoas possuem cadastro biométrico em todo o país.

A cooperação técnica foi firmada pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do tribunal, ministro Luís Roberto Barroso.

Segundo o ministro Barroso, os dados cedidos ao governo só poderão ser usados mediante autorização dos titulares. “A conferência de dados, com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral, sempre terá a anuência do interessado e, portanto, não há nenhuma violação de privacidade. Tudo é feito em pleno respeito à Lei Geral de Proteção de Dados”, disse.

A ICN foi instituída pela Lei 13.444/17, que já previa o acesso pelo governo às bases de dados de biometria da Justiça Eleitoral. Será usado na criação de um Documento Nacional de Identificação (DNI). A DNI será gerada por um aplicativo gratuito para smartphone e tablet com sistemas Android e iOS, a ser distribuído pelo governo federal. A ferramenta tem o formato wallet, ou seja, poderá reunir outros documentos, tais como: CPF, CNH e Título Eleitoral.

A integração das base de dados biométricos do TSE ao Gov.br deve ser feita até 2025. Mas antes, até meados desse ano, o governo deverá elaborar um projeto de lançamento do DNI.

ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA
Pelo acordo assinado, o TSE, a Secretaria-Geral da Presidência da República e o Ministério da Economia deverão especificar e implementar a prestação do serviço de conferência da Base de Dados da Identificação Civil Nacional (BDICN) junto à plataforma gov.br. Devem ainda estabelecer processo de acompanhamento e gestão da prestação de serviços que observe a capacidade operacional de conferência de dados da BDICN e a demanda desses serviços por entidades públicas ou privadas. Além disso, no processo de gestão, deverão ser estabelecidas franquias que respeitem o equilíbrio entre a prioridade de atendimento a órgãos públicos e a sustentabilidade financeira da ICN.

O acordo prevê também a gestão sobre investimentos de recursos do Fundo da Identificação Civil Nacional (FICN) em consonância com as diretrizes ditadas pelo Comitê Gestor da Identificação Civil Nacional (CGICN), entre outros. O Comitê é composto por representantes do Poder Executivo Federal, do TSE, do Senado Federal, da Câmara dos Deputados e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Para a execução das atividades, será criado um plano de trabalho, que deverá ser periodicamente revisado de forma conjunta entre os participantes do acordo. O plano deve conter metas e cronograma de atividades, bem como as atribuições dos controladores e operadores das bases de dados que serão objeto de tratamento.

Os termos do acordo de cooperação técnica podem ser . acessados aqui

(Fonte: RAFAEL BUCCO) - 16/03/2021
JBL lança fone JR310BT para crianças e promete até 30 horas de bateria

Além do JR310BT com Bluetooth 5.0, a JBL anunciou o lançamento do JR310, versão mais simples com fio

A JBL anunciou nesta terça-feira (9) novos fones da linha JBL JR para o público infantil. O JR310BT é o mais completo com Bluetooth integrado, bateria de longa duração e adesivos para personalizar o gadget. A empresa também está trazendo para o Brasil o JR310, versão com fio e mais em conta.



JBL JR310BT
Foto: Divulgação/JBL / Tecnoblog

Os dois fones chegam ao mercado para substituir os modelos antecessores (JR 300 e o JR 300BT). O JR310BT vem personalizado em duas cores (azul e vermelho) e pesa 115 gramas. Além da personalização, a autonomia do produto chama a atenção, isso porque ele tem bateria de 400 mAh que garante até 30 horas de reprodução. A empresa não informa com exatidão o tempo de recarga, mas diz que ele chega aos 100% "em menos de duas horas".

Completam as especificações Bluetooth 5.0, microfone integrado, botões de controle na concha e Safe Sound, recurso que não deixa o som superar os 85 dB. O novo JR310BT já aparece no site oficial da marca por R$ 289.

JBL JR310: opção mais acessível, mas com fio



JBL JR310 com fio
Foto: Divulgação/JBL / Tecnoblog

A JBL também anunciou o JR310, que é uma versão mais simples sem Bluetooth. Ele tem plugue de áudio de 3,5 mm, controle remoto e microfone. De acordo com a empresa, o JR310 conta com cabo plano que ajuda a evitar emaranhados. Essa versão também já está à venda no Brasil e tem preço sugerido de R$ 159.

A JBL diz que os novos produtos podem atender crianças e jovens em atividades diárias, como na rotina escolar e durante o EAD, especialmente.

(Fonte: Darlan Helder - Tecnoblog) - 04/03/2021
Mark Cuban explica a Peter Schiff por que o ouro “morrerá” como reserva de valor

Nesta terça-feira (2), o bilionário americano Mark Cuban explicou a Peter Schiff, crítico do Bitcoin, por que o ouro não tem um futuro brilhante como uma reserva de ativo de valor.

Cuban é o proprietário majoritário do time profissional de basquete Dallas Mavericks, bem como um dos “tubarões” do popular reality show “Shark Tank” (transmitido pela rede de televisão ABC).

Já Peter Schiff, que é um dos críticos mais severos do Bitcoin, é o CEO da Euro Pacific Capital, uma corretora/distribuidora registrada com serviço completo e especializado em mercados estrangeiros e valores mobiliários, e fundador e presidente da SchiffGold, um serviço completo de metais preciosos, como o ouro.

Ontem (1º), Schiff expressou sua frustração com o fato de que as empresas de Wall Street “agora defendem a compra de Bitcoin” por meio de alguns tweets.

As indagações de Schiff
“Acho interessante que as principais empresas de Wall Street, que carregaram hipotecas subprime e foram completamente cegas pela crise financeira de 2008, que teriam falido se não fosse pelos resgates do Fed, agora defendem a compra de Bitcoin para lucrar com o resgate do Fed da economia.” afirmou o CEO.

Ele ainda continuou: “Parabéns àqueles que compraram Bitcoin antes do tempo, aumentaram o preço e estão mergulhando na onda. Vocês conseguiram fazer com que Wall Street comprasse a criptomoeda.”

“Quando aprendi sobre o Bitcoin, não pensei que investidores inteligentes seriam burros o suficiente para comprar. Eu estava errado.”, finalizou.

Cuban retrucou logo em seguida
Cuban decidiu então ensinar a Schiff sobre o ouro e explicar a o por que o ouro passou de seu auge (agora que temos Bitcoin):

“Deixe-me ajudar Peter. O ouro é tão alardeado quanto a criptografia. Precisamos mesmo de jóias de ouro? O ouro pode fazer um anel para você. Já o Bitcoin/Ethereum são tecnologias que podem torná-lo um banqueiro, permitir a troca de valor sem atrito e são extensíveis a uma gama ilimitada de aplicativos de negócios e pessoais.”, afirmou.

“O que estamos vendo construído com criptografia hoje é apenas uma prova de conceito. Conforme a tecnologia continua a ficar melhor / mais barata / mais rápida, haverá novos aplicativos e talvez até mesmo algo que substitua o que hoje conhecemos como criptografia. Mas o ouro nunca mudará. É por isso que morrerá como um SOV.” continuou Cuban.

(Fonte: by Gabrieli Torres) - 04/03/2021
O que é Rising Star no Facebook?

Membros dos grupos do Facebook podem ganhar selos de acordo com as suas atividades e nível de engajamento; entenda mais

O que é Rising Star no Facebook? O termo, que pode ser traduzido para "Estrela em Ascensão", é um selo no qual participantes de grupos podem receber quando, já no primeiro mês, contribuem com a comunidade. Ou seja, é uma maneira de indicar as pessoas que frequentemente estimulam o engajamento no grupo, seja com posts ou comentários relevantes que recebem muitas curtidas e respostas de outros membros.



Facebook App
Foto: Reprodução/Pxhere / Tecnoblog
Segundo o Facebook, os selos representam uma forma de reconhecer as pessoas dentro de um grupo da rede social. Administradores e moderadores têm seus respectivos selos para serem identificados por novos membros.

Os participantes que mais colaboram com a comunidade também podem receber selos que destacam suas atividades mais frequentes. Os ícones de reconhecimento são exibidos ao lado do nome da pessoa, seja nas publicações ou em comentários, e no perfil do membro. Veja quais são os selos característicos de grupos:


Grupos do Facebook: ícones dos selos
Foto: Reprodução/Gabrielle Lancellotti / Tecnoblog

SELO SIGNIFICADO
1 Administrador do grupo: tem autonomia para gerenciar todas as configurações do grupo. Entre elas: alterar nome, foto de capa e configurações de privacidade; tornar outro membro administrador ou moderador; aprovar e negar posts e solicitações de entrada.
2 Moderador do grupo: também gerencia a comunidade. Pode aprovar ou negar pedidos de entrada e publicações; remover posts e comentários; remover e bloquear pessoas do grupo; fixar publicações.
3 Estrela ou colaborador em ascensão (rising star): participantes que, já no primeiro mês, estimulam o engajamento do grupo com posts e comentários que se destacam.
4 Novo membro: aparece para novos participantes durante as duas primeiras semanas.
5 Membro fundador: indica pessoas que ingressaram no grupo nos três primeiros dias após a criação e ajudaram no crescimento do grupo ao compartilhá-lo e convidar outras pessoas para fazer parte da comunidade. Esse selo é visto em grupos recém-criados.
6 Narrador visual: estimula o engajamento no grupo ao compartilhar fotos e vídeos para os outros membros.
7 Puxador de conversa: indica aqueles que iniciam debates relevantes no grupo. Aparece para os participantes cujas postagens receberam mais curtidas e comentários no mês anterior.



O que é Rising star no Facebook? Veja todos os selos
Foto: Reprodução/Gabrielle Lancellotti / Tecnoblog

Nem todos os selos têm ícones, alguns termos também representam selos:

Aniversário do grupo: aparece para quem completou um ano no seu grupo;
Impulsionador da conversa: membros que, com frequência, criam debates relevantes e estimulam outros a participarem das discussões;
Saudação: selo que identifica pessoas que, com frequência, respondem aos posts e comentários de novos participantes;
Curador de links: reconhece membros que compartilham conteúdo de qualidade e, por isso, ganham muitas reações e comentários.
Com informações de: Facebook

(Fonte: Gabrielle Lancellotti - Tecnoblog) - 22/02/2021
Aprenda a usar o controle parental no Globoplay

Para que as crianças não acessem filmes e séries impróprios, o Globoplay, serviço de streaming do Grupo Globo, permite que os pais controlem as opções exibidas na tela. Esse recurso pode ser usado tanto se o pequeno tem um perfil próprio quanto se ele usa a conta dos adultos. A seguir, você aprende a configurar ambas as situações. Os tutoriais foram realizados na versão web do serviço, mas é similar nos aplicativos para celular e para smart TV.

Se a criança tem um perfil próprio
1. Em sua conta do Globoplay, dê um toque na bolinha que aparece no canto superior direito, que tem sua foto ou a primeira letra de seu nome. Depois, aperte “Configurações”.

2. Procure pelo perfil da criança e escolha a classificação indicada.

3. Dê um toque em “Ok, entendi” e pronto! Agora, a criança só poderá acessar títulos indicados para sua idade.

Se a criança usa o perfil de um adulto
1. Antes de passar o controle para a criança, vá até a bolinha localizada no canto superior direito, que tem sua foto ou a primeira letra de seu nome. Em seguida, selecione “Entrar no Modo Infantil”.

2. Pronto! O Globoplay exibirá apenas conteúdos infantis. Vale destacar que a criança também não poderá fazer download para assistir offline nem incluir títulos em “Minha Lista”.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

(Fonte: 33giga) - 22/02/2021
Listando: 10 de 1387

Anuncie

Sobre o Portal da 25 de Março

O Portal da 25 de Março foi lançado em 01 de janeiro de 2002, tendo como objetivo principal a divulgação de empresas e produtos comercializados na região da rua Santa Ifigênia no centro da cidade de São Paulo, focando-se principalmente em produtos voltados para a área doméstica em geral.